Diástase?

By Cris Santos - maio 27, 2018

Oi Magnificas tudo bem? Espero que sim! Meninas o post hoje é sobre Diastase,vocês já ouviram falar?



Oque é diástase?

Durante a gestação é natural que surja um afrouxamento nos músculos do abdômen. Eles se afastam cada um para um lado, para que o útero possa crescer. Depois que o bebê nasce, a região continua mais frouxa e afastada e é essa condição que leva o nome de diástase.Embora toda mulher tenha algum grau de diástase, algumas percebem que o afastamento é grande e não volta com o tempo. O problema pode ser  maior quanto mais gestações a mulher tiver.


O que ela causa?

Além da parte estética, já que a condição pode deixar a região abdominal protuberante, a região pélvica e abdominal frouxa também pode, ao não sustentar o corpo, causar dores nas costas, na lombar e na região torácica. 




Para saber se você tem diástase, deite no chão e flexione o tronco levemente até ficar em um ângulo de 45 graus. Quando estiver nessa posição, passe a mão sobre o abdômen e verifique a presença de um pequeno espaço separando os dois lados da musculatura abdominal.

Um espaçamento de um a dois dedos pode ser considerado normal e muito provavelmente retornará ao padrão pré-gravidez com alguns exercícios específicos. Já uma distância de 3 a 4 dedos entre os músculos pode ser indicativa de diástase abdominal mais severa, situação que irá necessitar de uma atenção especial.

Um dos mitos mais comuns sobre a diástase abdominal é que ela não tem cura em nenhuma situação. Na verdade, não somente é possível minimizar o risco da doença como também existem maneiras de diminuir o espaço entre os músculos abdominais através de exercícios localizados (nos casos de diástase mais severa os exercícios podem atenuar, mas não revertem o quadro).

O fortalecimento do músculo abdominal mais profundo, conhecido como músculo transverso do abdômen, pode ajudar a prevenir a diástase abdominal e também diminuir o espaçamento entre os músculos.Uns dos execícios que pode ajudar é a prancha!
O execício prancha é feito com a posição é de bruços, com cotovelos e o antebraços no solo alinhados aos ombros, e as pontas dos pés apoiadas no chão e alinhadas com os cotovelos. Com o corpo ereto, contraia o abdômen e eleve o quadril até o nível dos ombros.
4 a 5 séries de 20 a 60 segundos de isometria com 10 a 20 segundos de intervalo.
Outro exercícios que tem sido muito comentado é o  
exercícios hipopressivos ele é um método  europeu que promete revolucionar os abdominais, é sinônimo de cintura fina, menos dores nas costas e prevenção da incontinência urinária e também ajuda na Diastase.A técnica foi desenvolvida por um fisioterapeuta belga, chamado Marcel Caufriez, e tem como foco preservar o assoalho pélvico (músculo que sustenta a bexiga, o útero e o intestino) e recuperá-lo depois do parto.

Como são feitos os abdominais hipopressivos?

Para colocar em prática estes maravilhosos exercícios é importante levar em conta as seguintes fases:
Posição inicial
Fase de inspiração
Fase de apneia, na qual tentamos subir o diafragma (de 10 a 30 segundos)
Fase de expiração

A forma de realizá-los é bastante ampla, e para conseguir ótimos resultados é conveniente variar as posições em cada uma das fases.

Posição inicial


Para começar, pare com as pernas separadas na largura dos ombros, com os joelhos semiflexionados.
Leve o tronco ligeiramente para a frente, com os braços formando um círculo como quando abraçamos alguém.
Mantenha as costas erguidas e o olhar para a frente.
Imagem google


Fase de apneia
Nesta fase você só terá que focar para segurar a respiração por 15 a 20 segundos.
Fase de expiração
Solte o ar pouco a pouco e volte com naturalidade a uma posição normal.
Trate de manter um ritmo respiratório equilibrado, descanse por 10  a 15 segundos e repita.
Acho que não deve ser nada fácil, mais como mesmo sem você ter a Diastase pode fazer eu quero pelo menos teta e vou fazer  uns 15 dias e volto conta pra vocês oque eu achei.

Meninas o post foi este espero que gostem ,Até o próximo post

  • Share:

You Might Also Like

20 comentários

  1. Já ouvi muito falar sobre Diástase, muito importante saber mais sobre a mesma. Amei as dicas bjos

    ResponderExcluir
  2. Caramba... eu nem sabia da gravidade da situação
    Já cheguei a fazer esse exercício prancha e achei um pouco difícil, confesso, mas depois que a gente começa a ver os resultados e a se sentir bem, vale muitíssimo a pena. <3

    ResponderExcluir
  3. Graças a Deus eu nao tive, meu abdômen voltou tranquilo após as gestações!! Mas tenho amigas que relatam distasse severa!!

    ResponderExcluir
  4. oi!
    Muito interessante este post, e adorei os exercícios são maravilhosos.
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Bem legal você falar sobre esse tema aqui no blog.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o post. A gente quando é mãe pesquisa tudo sobre o assunto e só por isso que eu sei do que se trata. Muito bom os exercícios, esse de prancha é um dos que mais gosto rsrs bjs Verônica Alves

    ResponderExcluir
  7. Gostei de saber um pouquinho mais sobre o assunto, não fazia ideia de como identificar e até mesmo os exercícios. <3

    ResponderExcluir
  8. Nossa, não sabia disso. Muito bom esse post.

    ResponderExcluir
  9. Primeira vez que ouço falar nesse termo diástase, mas amei saber e gostei das dicas de execícios, super útil seu post!

    ResponderExcluir
  10. boa tarde, como vaiw Acredita que nao sabia sobre esse assunto,
    mas achei suoer interessante você ter compartilhado e o melhor ter citado bem sobre o assunto

    ResponderExcluir
  11. Eu não sabia que tinha, descobri há pouco tempo, minha filha nasceu com mais de 4 kilos e eu super magra, com 49, aí ja viu né, até hoje sinto dores quando faço algum exercício mais pesado...

    ResponderExcluir
  12. Eu sou meio medrosa com coisas de gravidez, muito medrosa, na verdade, aí sempre que vejo essas coisas fico mais nervosa e com medo. Achei bacana saber sobre a diástase, embora, ao ler, eu tenho a impressão de já ter visto ela em alguém em algum lugar, mas não lembro direito, então, ficarei aqui aprendendo.
    Obrigada pela aula e pela dica! <3

    ResponderExcluir
  13. Nossa já ouvi falar muito sobre a Diastase pelo fato de que eu tive 2 gestações e fiquei com dúvida se tinha ou não justamente porque estou em processo de emagrecimento e de fazer exercícios, percebi que tenho um pequeno afastamento e tenho estudado bastante sobre ela, seu post é ótimo e ajuda demais.

    ResponderExcluir
  14. Menina depois da minha primeira gestação fiz a cirurgia ( abdominoplastia ) mas dessa gestação nao vou fazer não é muito sofrido!! vou aderir aos exercicios e ver oq volta como era antes!! resenha muito boa a tua!!

    ResponderExcluir
  15. Nossa quem conhecia o que era isso. Tem muita gente que tem e nem sabe. Otima informação

    ResponderExcluir
  16. pelo nome nao sabia o que era mas depois que fui lendo fui sabendo melhor. minha prima ela teve isso uma vez

    ResponderExcluir
  17. Post muito informativoi.. Gostei muito.. Obrigada..😊

    ResponderExcluir
  18. Não sabia do que se tratava a diastase,super informativo o post,amei saber mais e conhecer esse tema.preciso fazer os exercícios.

    ResponderExcluir
  19. Gostei de ficar sabendo sobre a diástase. Muito interessante!

    ResponderExcluir